O pintor de emoções

by - janeiro 13, 2016


Livro: O pintor de emoções 
Editora: Ediouro
Páginas: 160
Autor: Raimon Samsó
Gênero: Romance




Categoria nova para o blog! Resenhas de Livros.
Não sei como não havia feito isso antes pois ler é algo que gosto bastante e ultimamente tenho feito altas leituras e as mais recentes delas foi uma bem rápida do escritor espanhol Raimon Samsó sobre O pintor de emoções.

Como cheguei a ter contato com o livro?

Coincidentemente (ou não) fui comprar um determinado livro e não encontrei em lugar nenhum, quando já estava desistindo lembrei do "Projeto mais leitura" que vende livros a partir de 2,00 reais, claro que não são livros da "moda", aqueles maravilhosos que vendem na saraiva, porém não deixam de ter livros bons.
Já visitei o "Projeto mais leitura" varias vezes, porém nunca comprei nada, até agora. Subi as escadas rolantes e fui até lá. Um lugar pequeno, com no máximo 5 ou 6 prateleiras médias de livros variados, andei pouco, de cara vi a capa laranja e peguei o livro, assim que o toquei o quis, não sei o porque mais o quis, então li a sinopse e me apaixonei. Comprei.

"Eu estava em uma livraria, e, quando passei por uma das estantes, o livro caiu no chão, sem que houvesse razão para isso. Eu o peguei, folheei e resolvi comprar. Curioso, não acha?
- Não acredito que você tenha tropeçado dele por acaso. Esse livro buscava você."
pag: 68

Coincidência? Esse é um trecho do livro.

Li em algumas horas. Victor o nosso protagonista é um Pintor que já não pinta mais, pois depois que sua esposa Clara morreu ele se distanciou do mundo, não havia mais inspiração, até que o seu grande amigo Javier faz uma proposta a ele e mesmo sem dar resposta, o que Javier não o deixou escolha, pois desligou o telefone antes que Victor pudesse tomar uma decisão.


Durante sua viagem, Victor conhece Jodie numa galeria de arte, uma mulher incrível que cativa seu coração, logo os dois começam a sair e Victor começa a se redescobrir, entender o que realmente ama. Victor conhece pessoas incríveis que fazem parte do seu cotidiano durante sua viagem, a Lorena, o Sam, os vizinhos barulhentos. Todos eles de certa forma o cativaram e o fazem mudar sua perspectiva de vida.

"Misturada ao sorriso, uma lágrima escorreu pelo rosto de Lorena. E, quando uma lágrima tropeça com uns lábios que sorriem, eu desmorono, porque alguém quer ser feliz, sem ser." 
pag: 66.

Adorei a escrita do Raimon, ele usa uma linguagem formal, um pouco culta mas deliciosa de ler, com um leve humor que te fazem se apaixonar pelos personagens. Amei conhecer o Victor, se pudesse o traria para minha vida, ele pensa como eu, me senti tão compreendida por ele, vi minhas ideias e sentimentos naquele livro. Além do Romance, o livro relata momentos da arte, a pintura, o que o Victor mais amava pintar, a beleza dos quadros, a essência de onde tudo flui.

"Também descobri que para refletir a alma não existe tipo de pintura mais apropriado do que a abstrata. O realismo começou a me parecer um cópia ruim do mundo; então, resolvi me poupar de tentar reproduzir o perfeito de modo imperfeito. O que eu pretendia refletir, depois daquela experiencia, era um mundo menos óbvio e de mais emoção."
pag:100.

Te entendo perfeitamente Victor. 


O livro está junto das minhas coleções como um dos que amei de verdade, eu me identifiquei completamente com a Jodie, pensei: "Nossa, ela sou eu". Quanto ao Victor: "Nossa, ele me entende". O livro me fez refletir sobre muitas coisas como a casualidade, se realmente de fato são casuais ou predestinadas, assim como nosso amigo Victor descobre em sua aventura sobre o conceito de almas gêmeas.

Se meu trabalho podia alegrar outro ser humano, como um dia deixei de pintar? 
pag; 126

Sou uma pessoa que acredita em energias positivas, forças da natureza, equilíbrio espiritual, e neste livro contém tudo isso. Mostra uma forma de encontrar aquilo que se perdeu dentro de nós mesmos, através de um lindo romance que o Victor vive. Um romance que eu chorei. O final é...Bem só lendo para saber como termina essa história.

"Eu era Yang, Jodie era, Yin. Até ai eu entendia. De momento, nada podia definir melhor nossas saídas juntos. Talvez ela simbolizasse a energia feminina com a qual eu precisava me conectar. Reconhecia em Jodie meu aspecto feminino, meu principio yin. Formávamos um circulo completo, fechado, como o simbolo do Yin e yang, em branco e preto,onde duas formas se buscam e se completam."
pag: 82.


Uma mini ilustração que fiz do Victor com seu café e uma tela branca com mancha vermelha que para ele é como o amor na vida.
Espero que tenham gostado dessa primeira resenha de um livrinho não famoso aqui no Brasil, mas com uma história linda de se conhecer. 

You May Also Like

8 comentários

  1. Olá querida Izabella, como você caiu do céu diretamente no meu blog, fiquei muito feliz com a sua visita, primeiro porque adorei seu estilo de blog, e outra que eu estava querendo dar início a uma nova categoria também no blog e não queria fazer Resenhas e sim falar de coração e alma sobre livros que li, me inspirei muito seu estilo de discorrer o assunto. Nota dez para você.
    Enquanto ao livro, eu fiquei com muita vontade de ler, mais esse ano já fechei meus projetos, mas tenha a certeza que ele entrará para a minha lista de leitura a fazer. Gostei muito do seu blog. Bjinhos

    http://www.blogdalanne.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lanne, seja bem vinda!
      Fico feliz que tenha gostado da resenha, quero mesmo fazer algo diferente e com opções minha sobre a leitura, não só colocar a sinopse que vem atras do livro. Em breve teremos mais por aqui.

      Excluir
  2. Oi flor, me encantei com a ilustraçao que vc fez...parabéns...ficou linda
    abraços
    http://aspoesiasdananda.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nanda. Seja bem vinda.

      Hahaha obrigada, foi só um rascunho básico ♥

      Excluir
  3. Ainda não conhecia esse livro mas o título dele chamou minha atenção assim que eu o vi.
    Apesar de não fazer muito o meu estilo esse livro parece ser interessante, fiquei curiosa em ler ele.
    Ótima resenha! E as suas fotos ficaram um amor *-*

    paperdream-s.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada.
      Ele também nao faz muito o meu gênero, mas me chamou muita atenção e no fim amei a leitura.

      Excluir
  4. O livro parece ser bem interessante. Gosto quando vejo resenhas de livros menos conhecidos, às vezes eu fico vendo tanto mais do mesmo que dá um alívio quando vejo obras diferentes assim. E a ilustração ficou linda, como sempre!

    Zona de Conspiração | Fanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      Já vi muitas resenhas de livros iguais por aí, tento sempre trazer algo novo, embora meu genero literário seja fantasia.

      Excluir